Pesquisar por

Você não estava nos planos…

Uma vida leve e calma. Esse era o resumo de uma rotina perfeita pra mim. Todas as situações e compromissos encaixavam-se perfeitamente no balanceio das horas. Um cotidiano com uma agenda perfeitamente descrita para atender todas as minhas necessidades, desejos e obrigações, desde o dia-a-dia no trabalho, quanto para o âmbito pessoal.

Você não estava nos planos. Todo o presente e futuro já estavam perfeitamente descritos. Até descrito em um papel eu tinha qual seria o próximo filme que eu veria no cinema, qual a data que eu iria visitar os meus pais como faço todos os meses, qual seria o próximo nome do meu cachorro adotado, qual o valor que eu teria reservado para a despesa de casa do próximo mês e até mesmo um rápido cardápio para servir de base para a minha semana. Eu sabia de cor e salteado que eu queria morar sozinha para ter meu espaço, que eu poderia fazer o que bem entendesse no meu próprio tempo, que eu teria alguns animais de estimação para me fazer companhia e um bom computador e celular para que eu pudesse falar com meus amigos por videoconferência quando eu quisesse e pudesse. Eu sabia exatamente o que fazer e o que eu queria até você chegar.

A sua presença bagunçou minha rotina. As suas visitas aos sábados de tarde, somente indo embora por volta das 23h confundiram totalmente a minha rotina de dormir exatamente 22h para passear no parque aos domingos, passeio esse que também ganhou sua companhia. A toalha da mesa do café da manhã ganhou uma marca de café que você derrubou e que nunca mais consegui tirar. A minha lista de filmes teve que ser intercalada com uma imensidão de filmes de ação que você faz questão de assistir pela décima vez, e que eu odeio cada vez mais a cada reprise, porém te faço companhia só pra poder ficar envolvida no seu abraço.

Os meus planos mudaram. A vida leve e calma tornou-se um turbilhão de compromissos divididos entre as visitas um domingo por mês à sua família, os aniversários das suas sobrinhas e as festas de trabalho e happy hours que acontecem quase toda sexta-feira, intercalando ocasionalmente com um ou outro encontro com meus antigos amigos da faculdade. A ideia de morar sozinha foi substituída por uma vida compartilhada, com a sua toalha azul jogada na minha cama que teve que ser trocada por uma de casal desde quando você chegou. A minha pia do banheiro ganhou uma nova escova de dentes na cor verde, que é a sua preferida, junto à minha vermelha. Os meus chinelos de dedo estão juntos ao seu no capacho que você comprou com um cachorro sorrindo escrito “bem-vindos”.

Você não estava nos planos, mas novo plano que o destino escreveu pra mim é muito mais satisfatório, muito mais feliz, muito mais divertido e hoje eu não consigo mais me enxergar sem a sua companhia, sem as suas conversas e sem a sua bagunça no cantinho que se transformou em nosso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *