Pesquisar por

Você já ouviu falar em responsabilidade emocional?

Não sei se você já assistiu ao filme “O Pequeno Príncipe”, mas em um momento do filme, se não me falha a memória, no momento que ele encontra a raposa ela diz: “você é responsável por tudo aquilo que cativas”. Uma frase dessas já nos dá a impressão de algo para ser levado a sério, a palavra responsável tem um peso que não devemos deixar passar despercebido, ser responsável quer dizer: ter consciência da importância de nosso papel na vida de outra pessoa. Você já parou para pensar no papel que desempenha na vida das pessoas?

É sempre bom refletir sobre esses assuntos, afinal de contas, não sabemos o dia de amanhã, agora estou aqui escrevendo esse texto para você ler, amanhã não sei onde estarei e você também não sabe, viver é algo novo todos os dias, por mais que nossas vidas sigam uma rotina, cada dia é uma nova experiência, uma nova oportunidade de fazermos o certo com o tempo que temos, mas, vamos deixar de filosofar e seguir em frente no assunto.

Ser uma pessoa com responsabilidade quer dizer: ser uma pessoa transparente, franca, daquelas que não jogam, afinal de contas, em todos os jogos existem perdedores e não podemos encarar relacionamentos um jogo, nossas vidas, nossos sentimentos não são peças para serem movidas para um determinado fim. Somos seres humanos de carne, ossos e sentimento, por isso, nada melhor do que respeitarmos nossos semelhantes deixando tudo muito claro.

Por exemplo, não podemos chegar em uma pessoa com intenções de leva-la para a cama e prometer mundos e fundos só para conseguirmos tê-la diante de nós na horizontal. Temos que ser responsáveis e jogar limpo, dizer nossas intenções e nossos desejos, por mais promíscuos que sejam, nada melhor do que dizer a verdade, caso a pessoa embarque em nossa conversa, ela embarcará sabendo de nossas verdadeiras intenções e não correremos riscos de sermos difamados ou, pior, destruir a autoestima de alguém.

Tudo bem, neste mundo, muitos de nós estamos pouco nos lixando para o que o outro vai sentir ou não, mas não podemos esquecer que nós também vivemos no mesmo mundo e, como diz o velho ditado “quem com ferro fere, com ferro será ferido”, mais cedo ou mais tarde poderemos ser nós a vitima de uma falta de respeito e, não poderemos reclamar da vida, pois, nos lembraremos de nosso papelão e nos arrependeremos de ter feito aquela pessoa passar por aquela situação.

E isso podia simplesmente ser evitado, bastava apenas respeitarmos emocionalmente a pessoa, jogando limpo, dizendo a verdade, colocando em pratos limpos nossas intenções. As pessoas cobram determinados comportamentos de nós e por mais frio que possamos ser, uma pessoa chorando diante de nós e sabendo que somos os responsáveis por aquilo reflete em nossa psique, acredite no que digo… Não somos apenas carne, somos alma, espirito, sentimento e algumas marcas que deixamos nas pessoas, acabam ficando em nós, como uma impressão que vai moldando nosso caráter.

Precisamos aprender a ser mais responsáveis emocionalmente com as pessoas, nos lembrar que todos nós somos semelhantes e que, se hoje somos aquele que atira, amanhã podemos ser o alvo. Precisamos ser sinceros, revelar nossas intenções e não ficar nos pintando com as cores mais bonitas para a pessoa que queremos apenas nos deitar, chega uma hora que até o quadros mais caros desbotam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *