Pesquisar por

Guarde a felicidade a sete chaves

A felicidade é um bem tão valioso que deve ser cultivada para si. Exalar felicidade não é um pecado, porém há o risco de que outras pessoas que não necessariamente lhe querem bem ou, talvez, por um pensamento impensado, lhe joguem maus desejos de alguma forma. A felicidade atrai os olhares invejosos de quem não tem o que deseja, não corre atrás do que quer e só é alimentado sugando as energias positivas que são emanadas por pessoas do bem.

O bom senso não é uma arte praticada por todos. Fazer com que as boas notícias, as boas amizades e as surpresas inesperadas não circulem em um meio com pessoas indesejadas é uma forma de proteger seu próprio bem-estar. Há diversas maneiras de precaver-se contra maus olhados e afastar indivíduos que de alguma forma possam lhe atingir com ambientes ou conversas pesadas que não agregam em nada.

As redes sociais são grandes vilãs da felicidade. A necessidade de aparecer para colegas que nem ao menos sabe o sobrenome é constante nessa geração. A sua geração. A que passa horas conectada somente observando qual o próximo namorado da amiga, qual a mais recente viagem de uma parente distante ou quando o quarto filho da vizinha nasceu. A acessibilidade pode ser uma ótima forma de informar-se com dados relevantes, porém também pode tornar-se a arma perfeita para nutrir sua vida de interesseiros, fofoqueiros e invejosos de tabela.

Muitas vezes o bem-estar e a paz interior é muito mais valiosos que postar uma foto com o mais novo homem que está saindo. Uma declaração do quanto está feliz com o novo emprego que conquistou pode não ser muito agradável aos olhos de quem está procurando por um há alguns anos e de maneira automática pode ter pensamentos não tão agradáveis. A negatividade atinge muita gente, maus pensamentos podem ser transformados em más ações, más línguas, más conversas e más amizades.
Guarde a felicidade a sete chaves. Muitas vezes é bem mais valioso colocar a foto de seu aniversário comemorando com seus amigos em um mural no seu quarto para que aquela recordação sempre lhe agrade quando visualizar ao invés de colocá-la para acesso de todos, perdendo-se num limbo de outras histórias e momentos que em alguns dias perderão-se em meio à vários outros mais recentes. Guarde a felicidade para você e quem a vivenciou.

Não abandone as redes sociais, mas não demonstre o tamanho de sua felicidade nela. Não deixe de postar coisas que lhe interessam, lhe agradam e bons momentos, mas não os torne grandes o bastante a fim de atrair maus desejos. Não promova a inveja e a mesma não lhe atingirá.

Quanto menos pessoas souberem de sua vida, de seus feitos, de suas pretensões e de seus planos, menor será a chance de que essas mesmas pessoas possam interferir em sua felicidade. Menores serão os desejos para que tudo dê errado e melhores e mais leves serão seus dias cultivando a sua própria alegria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *